Batalha de Gona, 19 de novembro a 9 de dezembro de 1942

Batalha de Gona, 19 de novembro a 9 de dezembro de 1942


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Batalha de Gona, 19 de novembro a 9 de dezembro de 1942

A batalha de Gona, de 19 de novembro a 9 de dezembro de 1942, foi uma das três batalhas relacionadas que tirou os japoneses de suas cabeças de ponte em Gona, Sanananda e Buna, na costa norte de Papua. Os japoneses ocuparam esta área para montar um ataque a Port Moresby ao longo da trilha Kokoda. Em 16 de setembro, os japoneses estavam a apenas trinta milhas ao norte de Port Moresby, mas contratempos em outros lugares significaram que o ataque a Port Moresby teve de ser abandonado. Quando os australianos contra-atacaram, eles foram capazes de empurrar os japoneses de volta através da cordilheira Owen Stanley, e após várias semanas de duros combates ao longo da trilha, em 13 de novembro os australianos alcançaram Wairopi, tendo finalmente empurrado os japoneses para fora de suas últimas posições defensivas no trilha.

A atenção dos aliados já havia se voltado para o ataque à cabeça de praia japonesa. As tropas americanas marcharam e cruzaram a península de Papua, e deveriam atacar Buna pelo sudeste, enquanto as tropas australianas seguiram a trilha Kokoda em preparação para os ataques às posições japonesas em Gona e Sanananda.

A posição defensiva em Gona destinava-se a proteger as abordagens ocidentais do principal ancoradouro japonês em Basabua. Era a menor das posições defensivas japonesas na área e não tinha profundidade real, mas a junção entre a pista costeira e a pista interior estava bem defendida. As defesas se concentravam em torno da Missão Gona, que era cercada por bunkers, trincheiras e fossas de tiro bem construídas

A área de Gona foi defendida por 900 homens no início da batalha, a maior parte deles de uma unidade de construção de estradas do Exército, todos sob o comando do Major Tsume Yamamoto. Deveria ser atacado pela 25ª Brigada australiana, que na época em que o ataque começou continha pouco menos de 1.000 homens.

A 25ª Brigada deixou Wairopi em 16 de novembro. O calor e a malária causaram várias vítimas antes mesmo de a brigada chegar à linha de frente. Em 18 de novembro, uma companhia do 2 / 33º batalhão foi enviada a Gona para ver se a aldeia era defendida. A empresa colidiu com as defesas japonesas e se envolveu em uma batalha intensa que continuou no dia seguinte. Em 19 de novembro, o batalhão 2/16 juntou-se à primeira companhia, mas a defesa japonesa manteve-se firme. No final do dia, os australianos foram forçados a recuar e esperar por novos suprimentos.

Nos dias 22 e 23 de novembro, os australianos tentaram flanquear a posição japonesa na pista, enviando a cada dia um batalhão pelos pântanos, com ordens de atacar as posições japonesas do leste. Ambos os ataques falharam, a um custo de 129 australianos mortos e feridos. Combinado com as baixas em 19 de novembro, a 25ª Brigada agora tinha menos de 800 homens.

A 25ª Brigada fez mais uma tentativa de captura de Gona, no dia 24 de novembro. Desta vez, o ataque foi precedido por um bombardeio aéreo e foi apoiado por quatro canhões de 25 libras. O batalhão de assalto conseguiu arrombar a posição japonesa, mas logo foi forçado a recuar, embora desta vez sem sofrer grandes perdas.

Agora estava claro que a 25ª Brigada não era mais forte o suficiente para lançar um novo ataque e, assim, em 28-30 de novembro foi substituída por 1.100 homens da 21ª Brigada. Ao mesmo tempo, os japoneses tentaram reforçar a guarnição de Gona. 800 homens em quatro contratorpedeiros deixaram Rabaul em 30 de novembro e, apesar dos repetidos ataques aéreos dos Aliados, conseguiram chegar a Basabua. Antes que as tropas pudessem ser descarregadas, as aeronaves aliadas retornaram e os destróieres foram forçados a subir a costa. Apesar de mais ataques aéreos aliados, na noite de 2-3 de dezembro, 500 soldados, liderados pelo general Tsuyuo Yamagata, foram desembarcados na foz do rio Kumusi, doze milhas ao norte de Gona.

As novas tropas australianas teriam maior impacto na luta. Em 28 de novembro, eles encontraram uma rota possível para a praia a leste de Gona, e em 29-30 de novembro o 2/27 o Batalhão atacou a oeste ao longo da praia, mais uma vez fazendo pouco progresso a alto custo.

Em 1º de dezembro, ocorreu a última tentativa de reforçar a guarnição, quando 200 soldados em barcaças chegaram a 600 metros de Gona antes de serem expulsos. O dia também viu os australianos atacarem novamente, com o 2/27º Batalhão, 3º Batalhão de Infantaria e uma companhia do 2/16º Batalhão. Este ataque também falhou, e a 21ª Brigada já havia perdido 430 vítimas em cinco dias de combate. Mais reforços eram necessários, desta vez o 39º Batalhão, 30ª Brigada.

O plano de 1 de Dezembro foi repetido a 6 de Dezembro, desta vez com os 2/16 e 2/27 atacando ao longo da praia e o 39º atacando pela esquerda. Este ataque também falhou, mas a luta enfraqueceu dramaticamente a guarnição japonesa. Todas as tentativas de conseguir reforços para Gona falharam e, após o ataque de 6 de dezembro, os japoneses perderam pelo menos metade de seus homens.

O ataque decisivo ocorreu em 8 de dezembro. O 39º Batalhão finalmente conseguiu tirar os defensores da aldeia de Gona, enquanto os 2/27 e 2/16 avançaram ao longo da praia. Naquela noite, o major Yamamoto, com 100 homens, tentou fugir para Giruwa, mas sua força foi detectada e sofreu pesadas perdas. A resistência organizada estava efetivamente acabada, mas a luta corpo a corpo continuou em Gona até às 16h30 da tarde de 9 de dezembro. Os japoneses perderam pelo menos 638 mortos durante a defesa de Gona, enquanto os australianos perderam 750 homens mortos, feridos e desaparecidos.

Isso só deixou o General Yamagata e seus homens na foz do rio Kumusi. No início de dezembro, eles se moveram ao longo da costa e, a partir de 4 de dezembro, os australianos tiveram que defender seu flanco esquerdo contra esta tentativa de chegar a Gona. Em 9 de dezembro, com o fim dos combates na clareira de Gona, o 39º Batalhão recebeu ordens para enfrentar Yamagata a oeste. No dia seguinte, Yamagata abandonou a tentativa de chegar a Gona e, em vez disso, estabeleceu um perímetro defensivo em Napapa. Reforços de Rabaul finalmente o alcançaram em 18 de dezembro, e por algum tempo dois batalhões australianos estiveram engajados nas operações a oeste de Gona (39 e 14/02).

Os australianos foram salvos de um compromisso mais longo com esta nova frente no final de dezembro. Preocupado com a situação na cabeça de ponte de Sanananda, o general Adachi ordenou que Yamagata movesse seus homens ao longo da costa para Giruwa. Entre 26 de dezembro, quando recebeu a ordem, e 29 de dezembro, quando chegou a Giruwa, Yamagata conseguiu movimentar 800 homens ao longo da costa.


‘Por que a segunda semana de dezembro tem tanto significado’

A segunda semana de dezembro é um período importante na história australiana e também na minha. Pois foi em dezembro de 1942 que as tropas australianas estavam se preparando para a próxima fase da Segunda Guerra Mundial, depois que os invasores japoneses foram rechaçados sobre as cordilheiras de Owen Stanley em Papua-Nova Guiné.

Tanto foi escrito sobre Kokoda, desde contos de “heróis sangrentos e esfarrapados” - milicianos mal treinados que embotaram o avanço japonês - até o próprio terreno hostil, que os eventos subsequentes foram amplamente esquecidos. Poucos meses após o alívio de Kokoda, as tropas australianas e americanas estavam engajadas na primeira batalha terrestre ofensiva da Guerra do Pacífico, uma mudança na maré que acabaria triunfando na baía de Tóquio três anos depois.

Com todo o orgulho sentimental da campanha de Kokoda, o que muitas vezes foi ignorado foram as lutas internas dentro dos altos comandos do exército australiano e dos Estados Unidos, tão violentas que às vezes eram prejudiciais à própria condução da guerra. Não sou Robinson Crusoe ao afirmar que a causa final do perpétuo golpe pelas costas entre os generais foi a ambição fervilhante do General Douglas MacArthur.

Desprezado como 'Dougout Doug' pelas tropas dos EUA que ele deixou para trás para se tornarem prisioneiros de guerra nas Filipinas, e envergonhado por sua fuga da meia-noite para a Austrália, este supremo egoísta não estava com humor para ser amarrado nas selvas fétidas da Nova Guiné enquanto ex-subordinados dele, como o general 'Ike' Eisenhower, estavam prestes a dar um grande passo no palco mundial.

MacArthur, como é bem sabido, nunca visitou a frente de Kokoda e, portanto, não percebeu as condições enfrentadas pela força de arranhões que a Austrália colocou em campo. Então, ele mostraria a esses australianos "covardes" como os super-heróis americanos lutariam: assim, Buna seria um programa totalmente americano que colocaria as credenciais de luta de MacArthur em destaque.

Buna, na costa norte de Papua, era o posto avançado japonês para a invasão da Nova Guiné e, naturalmente, sua guarnição estava bem armada, bem instalada e determinada a resistir com sacrifício próprio. Americanos inexperientes não eram páreo para eles. Então é aí que entra o pequeno contato da minha família com a história. Em 7 de dezembro, um pequeno navio de transporte, o SS Karsik ancorou no porto de Port Moresby e levou a bordo quatro tanques de blindagem fina e 26 homens do Regimento Blindado 2/6, a ponta de lança de uma força australiana destinada a tirar as castanhas de MacArthur do fogo Buna.

Os japoneses tiveram meses para preparar as defesas de sua cabeça de ponte, usando um sistema complexo de bunkers construídos com palmeiras derrubadas, grandes o suficiente e encharcadas o suficiente para torná-los invencíveis a ataques de infantaria, bombardeio de aeronaves ou fogo de artilharia. Quinhentas mortes de americanos em poucos dias provaram isso. Os tanques australianos, entretanto, foram a virada do jogo, sendo capazes de saltar perto de cada bunker e disparar projéteis através das fendas de artilharia, antes que a infantaria australiana de apoio lidasse com quaisquer sobreviventes. Trabalho sujo e perigoso para todos os envolvidos, especialmente porque os destemidos japoneses não iriam jogar a toalha assim que superassem o choque ao ver tanques aliados no campo de batalha.

(Às vezes pensei que havia um ótimo roteiro de filme em Buna, sobre a justaposição das ambições auto-indulgentes dos generais muito além das linhas com o terror infernal de lutar em um tanque minúsculo - a cena do tanque nazista em Indiana Jones e a Última Cruzada mostra o potencial.)

A confusão reina em todos os campos de batalha e a História Oficial da Guerra de Dudley McCarthy do primeiro dia em Buna - 18 de dezembro de 1942 - não é exceção. Os tanques foram destruídos em ataques suicidas por soldados japoneses ("nocauteados" é um eufemismo para explodir, incinerando os ocupantes), mas quais tanques e quais funcionários estavam realmente engajados estavam envoltos em mistério.

Meu pai dirigiu um dos tanques naquele dia e o dele foi destruído por uma mina de lapa presa a seu lado e a tripulação escapou por pouco com vida. Mas ele era um homem muito reservado, por isso é para meu constrangimento permanente nunca ter pedido a ele que me contasse o que realmente aconteceu em Buna, como foi a sensação e tudo o mais. Eu estava ocupado demais continuando com minha própria vida insignificante para perceber que sob o mesmo teto que eu estava alguém que havia participado de um dos eventos seminais da história moderna, que eu estava estudando na época na universidade!

Vinte anos após sua morte, a consciência me levou a revisitar o assunto e descobrir o que aconteceu naquele dia de dezembro de 1942. Felizmente, alguns sobreviventes de Buna ainda estavam vivos e falei com muitos, mas, acreditando que o diário de guerra e outros registros de o regimento havia sido destruído pelos danos causados ​​pelas enchentes no anexo do Memorial da Guerra em Canberra, eu não tinha contexto para julgar o significado de qualquer coisa que me disseram. Mais tarde, quando a história da unidade foi finalmente escrita, foi revelado que os registros regimentais não haviam sido danificados e, portanto, os nomes dos 26 originais que navegaram no Karsik eram conhecidos: e assim as notas que fiz nessas entrevistas de uma década antes adquiriram carne e sangue de verdade.

Foi então que, quando fui ao Memorial da Guerra em um domingo de manhã no Two Thousands para prestar meus respeitos à sua exibição especial de Buna, o que poderia ter sido uma visita interessante para um aficionado por história militar, assumiu um enorme significado pessoal. Porque a peça central dessa exposição, eu descobri, era a torre recuperada e remodelada de um dos tanques queimou em 18 de dezembro de 1942. E, além disso, a nota do curador explicou que era o tanque nº 2033, apelidado de 'Capitão Gore' , comandado pelo Tenente Grant Curtiss.

Eu poderia então colocar minha mão naquele ícone do passado, quase como um ato de comunhão, e dizer que os tripulantes que serviram seu país e seu povo naquele dia no tanque nº 2033, realmente têm nomes que merecem ser lembrados . Vale Grant Curtiss, Allan Gosson, Rod Jones, ‘Strawb’ McDonald e Vern Wise.


Conteúdo

A entrada do Japão na Segunda Guerra Mundial e na guerra no Pacífico começou com o ataque a Pearl Harbor em 7 de dezembro de 1941, que foi coordenado com ataques coincidentes na Tailândia, nas Filipinas, nas bases americanas em Guam e na Ilha Wake e nas possessões britânicas da Malásia, Cingapura e Hong Kong. [1] As forças japonesas rapidamente conquistaram território no Sudeste Asiático, nas Índias Orientais e no Pacífico Central e Sudoeste. A Austrália ficou chocada com o rápido colapso da Malásia Britânica e a queda de Cingapura. Com a queda, quase 15.000 soldados australianos tornaram-se prisioneiros de guerra junto com o resto da guarnição de cerca de 85.000 (principalmente tropas britânicas e indianas). [2]

O presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, ordenou ao general Douglas MacArthur nas Filipinas que formulasse um plano de defesa do Pacífico com a Austrália em março de 1942. O primeiro-ministro australiano, John Curtin, concordou em colocar as forças australianas sob o comando de MacArthur, que se tornou Comandante Supremo da Área do Sudoeste do Pacífico . MacArthur mudou sua sede (HQ) para Melbourne em março de 1942. [3]

Os japoneses atacaram Rabaul em 23 de janeiro de 1942. [4] Rabaul se tornou a base avançada para as campanhas japonesas na Nova Guiné continental. As forças japonesas desembarcaram pela primeira vez no continente da Nova Guiné em 8 de março de 1942 [5], quando invadiram Lae e Salamaua para garantir bases de defesa da importante base que estavam desenvolvendo em Rabaul. [6]

O 17º Exército japonês sob o comando do Tenente General Harukichi Hyakutake era um comando do tamanho de um corpo de exército envolvido nas campanhas da Nova Guiné, Guadalcanal e Ilhas Salomão. [7] O 8º Exército de Área Japonês, sob o comando do General Hitoshi Imamura, foi mobilizado para assumir o comando geral nas áreas a partir de 16 de novembro de 1942. Foi responsável pelas campanhas na Nova Guiné e nas Ilhas Salomão. Imamura estava baseado em Rabaul. O 18º Exército japonês, comandado pelo Tenente General Hatazō Adachi, também foi formado para assumir as responsabilidades das operações japonesas na Nova Guiné continental, deixando o 17º Exército responsável pelas Ilhas Salomão. [8]

Apesar dos temores australianos, os japoneses nunca tiveram a intenção de invadir o continente australiano. Embora uma invasão tenha sido considerada pelo Quartel General Imperial do Japão em fevereiro de 1942, ela foi considerada além da capacidade dos militares japoneses e nenhum planejamento ou outros preparativos foram realizados. [9] Em vez disso, em março de 1942, os militares japoneses adotaram uma estratégia de isolar a Austrália dos Estados Unidos que planejavam capturar Port Moresby na Nova Guiné e nas Ilhas Salomão, Fiji, Samoa e Nova Caledônia. [10] A primeira parte deste plano, batizada de Operação Mo, foi um pouso anfíbio para capturar Port Moresby, capital do Território Australiano de Papua. [11] Isso foi frustrado pela derrota japonesa na Batalha do Mar de Coral e adiada indefinidamente após a Batalha de Midway. [12]

Os japoneses então planejaram um ataque por terra para capturar a cidade avançando da costa norte. Tendo já capturado grande parte da parte norte da Nova Guiné no início daquele ano, eles desembarcaram em 21 de julho de 1942, para estabelecer cabeças de ponte em Buna, Gona e Sanananda. [13] Isso marcou o início da campanha Kokoda Track. O Destacamento dos Mares do Sul, sob o comando do Major General Tomitarō Horii, avançou usando a trilha Kokoda para cruzar a acidentada cordilheira de Owen Stanley. [14]

Enquanto a campanha Kokoda Track estava ocorrendo, uma força de invasão japonesa composta de unidades da Força de Aterrissagem Naval Especial japonesa tentou capturar a área estratégica da Baía de Milne em agosto de 1942. A Batalha da Baía de Milne, travada de 25 de agosto a 7 de setembro de 1942, [ 15] resultou em uma derrota japonesa. Esta foi a primeira derrota terrestre notável dos japoneses e elevou o moral dos Aliados no Pacific Theatre. [16]

As forças aliadas identificaram um campo de aviação japonês em construção em Guadalcanal e 19.000 fuzileiros navais dos EUA foram embarcados para capturar o campo de aviação. [17] Um pouso anfíbio foi feito em 7 de agosto. [18] A batalha durou até 9 de fevereiro de 1943 [19] e foi fortemente contestada, em terra, no mar e no ar. [20]

Em 16 de setembro, a força de Horii havia avançado até Ioribaiwa, a 32 quilômetros (20 e # 160mi) de Port Moresby, e estava perto o suficiente para ver as luzes da cidade. [21] À luz dos reveses em Guadalcanal, o tenente-general Harukichi Hyakutake determinou que não poderia apoiar as duas batalhas e, em 23 de setembro, [22] ordenou que Horii retirasse suas tropas na pista de Kokoda até que a questão em Guadalcanal fosse decidida. Provisões limitadas foram feitas para o reabastecimento da força de Horii e, neste momento, a situação havia chegado a uma crise. [23] Também havia preocupações de que as forças aliadas pudessem pousar em Buna a qualquer momento. [24]

Em 26 de setembro, os japoneses começaram a se retirar da linha de frente. [25] Eles lutaram em uma ação de retaguarda bem ordenada na cordilheira Owen Stanley, com a 7ª Divisão australiana em sua perseguição. [26] A 32ª Divisão de Infantaria dos EUA foi enviada à Nova Guiné em setembro e recebeu ordem de fazer um movimento circular contra o flanco oriental japonês perto de Wairopi. [27] Esta mudança começou em 14 de outubro. [28] [Nota 5] Esses planos foram ineficazes pela taxa de retirada japonesa, mas deixaram a divisão bem posicionada para coordenar seu avanço nas cabeças de ponte com os australianos que se aproximavam do sudoeste. [30]

O Major General Arthur Allen foi controversamente afastado do comando [31] da 7ª Divisão em 28 de outubro e substituído pelo Major General George Vasey, anteriormente comandante da 6ª Divisão. [32] A força de Horii foi severamente esgotada por falta de suprimento, mas em Oivi ela recebeu tanto reabastecimento quanto reforço. Os japoneses sofreram muito na batalha em torno de Oivi-Gorari, de 4 a 11 de novembro, e a retirada bem ordenada que havia sido planejada rapidamente se desintegrou em uma debandada. [33] A 7ª Divisão estava agora a cerca de 65 quilômetros (40 e # 160mi) de Buna – Gona. [34] [Nota 6] Embora a experiência exigisse cautela, [37] o caminho antes deles estava livre das forças japonesas. [38]


Batalha de Gona, 19 de novembro a 9 de dezembro de 1942 - História

Descrição do mapa
Mapa da História da Segunda Guerra Mundial: O Pacífico, 1942

Papua Nova Guiné, setembro - novembro de 1942


Vá aqui para o principal Mapa de Papua Nova Guiné

Mapa a)
Japanese Advance, 21 de julho a 16 de setembro de 1942

Mapa b)
Allied Advance Across Owen Stanley Mountains, 26 de setembro a novembro de 1942

Mapa c)
Reforço Aliado por Ar e Avanço para Buna, 14 de outubro - 15 de novembro de 1942

Mapa d)
Avanço inicial da 7ª divisão australiana em Gona e na pista de Sanananda, de 16 a 21 de novembro de 1942

Mapa e)
Avanço inicial da 32ª Divisão de Infantaria em Buna, 16 a 21 de novembro de 1942

Mapa f)
Ataque à Missão Buna, 18 a 28 de dezembro de 1942

Palavras-chave: Robert Lawrence Eichelberger



Créditos
Cortesia do Departamento de História da Academia Militar dos Estados Unidos.


Envolvimento do Japão e # x2019 na Segunda Guerra Mundial

Em setembro de 1940, o Japão assinou o Pacto Tripartite com a Alemanha nazista e a Itália fascista, no qual concordaram em ajudar um ao outro caso algum deles fosse atacado por um país que ainda não estivesse envolvido na guerra. O Japão enviou tropas para ocupar a Indochina Francesa naquele mesmo mês, e os Estados Unidos responderam com sanções econômicas, incluindo um embargo ao petróleo e ao aço. Pouco mais de um ano depois, Hirohito consentiu com a decisão de seu governo de combater os americanos. Em 7 de dezembro de 1941, aviões japoneses bombardearam a base naval dos EUA em Pearl Harbor, perto de Honolulu, Havaí, destruindo ou paralisando 18 navios e matando quase 2.500 homens. Os Estados Unidos declararam guerra um dia depois.

Nos sete meses seguintes, o Japão ocupou as Índias Orientais Holandesas, Cingapura Britânica, Nova Guiné, Filipinas e vários outros locais no Sudeste Asiático e no Pacífico. Mas a maré começou a mudar na Batalha de Midway em junho de 1942 e logo depois em Guadalcanal. Em meados de 1944, os líderes militares japoneses reconheceram que a vitória era improvável, mas o país não parou de lutar até depois que as bombas atômicas foram lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki no mês de agosto seguinte. Em 15 de agosto de 1945, Hirohito fez uma transmissão de rádio anunciando a rendição do Japão e do # x2019.


A chegada dos americanos

Logo após a derrota na Malásia, o primeiro-ministro da Austrália, John Curtin, declarou que "a queda de Cingapura abre a batalha pela Austrália". Curtin estava ciente de que a Grã-Bretanha, ela mesma enfrentando um enorme desafio da Alemanha na Europa e no Norte da África, pouco poderia fazer para ajudar a Austrália. Já no final de 1941, Curtin indicou que a Austrália teria que buscar um novo aliado para ajudar a defender seu litoral - os Estados Unidos. Em 22 de dezembro de 1941, os primeiros soldados americanos chegaram a Brisbane.

Em fevereiro de 1942, o presidente americano, Franklin Roosevelt, decidiu fazer da Austrália a principal base americana no sudoeste do Pacífico. As forças americanas e australianas lançariam a luta contra o Japão a partir da Austrália. Roosevelt ordenou que o general Douglas MacArthur, comandante dos Estados Unidos nas Filipinas, seguisse para Melbourne e lá assumisse o comando de todas as forças aliadas na área. Ao longo de 1942, a Austrália começou a fornecer acampamentos, campos de aviação e uma grande variedade de outros materiais para o número crescente de militares americanos que chegavam ao país.


Os reforços começam a chegar

Durante a perseguição, ocorreu um evento que lançaria uma grande sombra sobre a batalha pela Nova Guiné. Fuzileiros navais americanos desembarcaram nas proximidades de Guadalcanal.

Com a veterana 7ª Divisão agora voltando do Egito, duas brigadas voaram para Port Moresby em todas as aeronaves, militares e civis, disponíveis na Austrália. À medida que seus elementos avançados reforçaram a milícia, eles também foram expulsos. Em 17 de setembro, os australianos foram forçados a voltar para Imita Ridge, a última colina antes de Port Moresby e do mar. Cavando mais uma vez, os australianos eram bombardeados quase que diariamente. Parecia que a batalha culminante pela cidade chegaria em breve. Ninguém sabia na época, mas Imita era o ponto alto do império japonês.

Enquanto as duas brigadas da 7ª Divisão australiana estavam contestando a trilha de Kokoda, uma terceira brigada foi enviada para segurar a baía de Milne na ponta oriental da Nova Guiné. Foi uma coisa boa também, pois os japoneses haviam decidido ocupar a baía e usá-la como base avançada contra Port Moresby. As tropas japonesas desembarcaram nos arredores da posição australiana em 25 de agosto. Tanques foram pousados ​​para apoiar a investida japonesa, mas não ajudaram muito na areia fofa da baía e tiveram que ser abandonados. Os australianos repeliram vários ataques e forçaram os japoneses a retirar suas forças em 7 de setembro.


Eventos históricos em 1942

    O Estado-Maior Conjunto dos EUA criou o Japão invade Celebes do Norte, Índias Orientais Holandesas -23 ° F (-31 ° C), Kingston, Rhode Island (recorde estadual) O Labor Board criou a Conferência dos Aliados sobre os testes de guerra Submarinos alemães começam a assediar navios na costa leste dos Estados Unidos

Histórico Invenção

13 de janeiro Henry Ford patenteia um método de construção de carrocerias de plástico

    A Conferência Interallied War Trial publica a Declaração de St James Segunda Guerra Mundial: Primeiro uso do assento ejetável da aeronave por um piloto de teste alemão em um caça a jato Heinkel He 280 Tropas japonesas pousam no centro petrolífero Balikpapan em Bornéu. da necessidade militar de materiais leva 35 anos antes que as luzes finalmente instaladas no venerável estádio

Evento de Interesse

15 de janeiro O presidente dos EUA, Franklin Delano Roosevelt, envia sua famosa & quotGreen Light Letter & quot para o comissário da MLB, juiz Landis, incentivando o beisebol a continuar jogando durante a Segunda Guerra Mundial

    William Knudsen torna-se o primeiro civil nomeado general no exército dos EUA. Nazistas prendem Frans Goedhart e Wiardi Beckman. Forças japonesas invadem Birmânia

Wannsee Conference

20 de janeiro Autoridades nazistas realizam notória Conferência de Wannsee em Berlim para organizar a & quot solução final & quot, o extermínio dos judeus da Europa

A lista infame de Adolf Eichmann com estimativas do número de judeus em países europeus, conforme apresentada na Conferência de Wannsee

Evento de Interesse

    Sietze de Groot vence o 8º skate urbano holandês 11 (8:44:06) Batalha de Rabaul: ataque japonês à base aérea australiana em Rabaul, Batalha de tanques da Nova Grã-Bretanha em Adzjedabia, África Korp vs musical do 8º exército britânico & quotStar & amp Garter & quot estreia em Nova York

Evento de Interesse

25 de janeiro, Tenente General Rommels, corpo africano chega a Msus

    1ª força dos EUA na Europa durante a Segunda Guerra Mundial vai para terra na Irlanda do Norte Comando supremo italiano exige demissão do marechal de campo alemão Erwin Rommel -19 ° F (-27,4 ° C) é o dia mais frio na Holanda desde 1850. Tropas soviéticas comandadas pelo general Timoshenko se movem na Ucrânia, tropas alemãs ocupam Benghazi Líbia WW II Marinha, Don Mason envia mensagem & quotSighted sub afundou & quot 1ª transmissão de & quotDesert Island Discs & quot de Roy Plomley na rádio BBC Tropas alemãs e italianas ocupam Benghazi, Líbia Peru e Equador assinam Protocolo do Rio (determinação de fronteira)

Evento de Interesse

1º de fevereiro O segundo governo norueguês de Vidkun Quisling se forma

    LA Times pede medidas de segurança contra nipo-americanos que as fábricas de automóveis dos EUA mudem de produção comercial para guerra. 1º ataque aéreo japonês a proprietários de beisebol de Java concordam em permitir a cada clube até 14 jogos noturnos em 1942 Clinton Pierce torna-se o primeiro general dos EUA ferido em ação na Segunda Guerra Mundial

Filme Liberar

Filme de 5 de fevereiro & quotWoman of the Year & quot dirigido por George Stevens, estrelado por Katherine Hepburn e Spencer Tracy estreia no Radio City

    Braves consegue Tommy Holmes de Yanks para Buddy Hassett e Gene Moore 1º salto com vara interno de 15 '(Cornelius Warmerdam 15' 3/8 & quot) Barcaças blindadas japonesas cruzam o Estreito de Johore para atacar Cingapura (Segunda Guerra Mundial) Stravinsky & quotDanses Concertantes & quot estreia em Los Angeles Congresso aconselha FDR que os americanos descendentes de japoneses deveriam ser presos em massa para que não se opusessem ao esforço de guerra dos EUA

Evento de Interesse

8 de fevereiro O arquiteto nazista Albert Speer nomeado Ministro dos Armamentos por Adolf Hitler após a morte de Fritz Todt em um acidente de avião

    O horário de guerra do horário de verão entra em vigor nas tropas japonesas dos EUA chegando perto de Makassar, South Celebes Philadelphia & quotPhillies & quot alterar o apelido (temporariamente) para & quotPhils & quot

1º recorde de ouro

10 de fevereiro Glenn Miller premiado com o primeiro disco de ouro pela venda de 1 milhão de cópias de & quotChattanooga Choo Choo & quot

O primeiro disco de ouro foi concedido a "Chattanooga Choo Choo" pela Glenn Miller Orchestra - este foi apresentado ao baterista do grupo, Tex Beneke

Histórico Invenção

10 de fevereiro O químico americano James Franklin Hyde obtém uma patente para sílica fundida

Evento de Interesse

13 de fevereiro: A Operação Sealion de Hitler, a invasão da Inglaterra, é cancelada

    Paraquedistas japoneses pousam perto do centro petrolífero Palembang, Sumatra Rotterdam. Túnel Maas é aberto O movimento de resistência polonês, o Exército da Pátria, é formado e se tornará o maior movimento de resistência na Europa ocupada na Segunda Guerra Mundial: a Batalha de Pasir Panjang contribui para a queda de Cingapura. Bombardeios de submarinos alemães Refinaria de petróleo das Antilhas Tropas japonesas marcham em Palembang, Sumatra do Sul Segunda Guerra Mundial: os britânicos dominaram Cingapura rende-se ao ataque de submarinos alemães japoneses à refinaria de petróleo de Aruba Massacre da ilha de Bangka: soldados japoneses metralham 22 enfermeiras do Exército australiano e 60 australianos e Soldados britânicos e membros da tripulação de dois navios naufragados. Apenas uma enfermeira e dois soldados sobrevivem. Tropas japonesas pousam em Bali Cerca de 150 aviões de guerra japoneses atacam a cidade australiana de Darwin. Bill Longson derrotou Managoff e Sandor Szabo, para se tornar campeão de luta livre. Atores holandeses protestam adesão obrigatória à Câmara de Cultura FDR ordena detenção e internamento de todas as tropas japonesas nipo-americanas da costa oeste pousar em timor

Evento de Interesse

19 de fevereiro Tommy Dorsey e sua orquestra gravaram & quotI'll Take Tallulah & quot

    NY Yankees anunciam 5.000 soldados uniformizados admitidos gratuitamente em cada um de seus próximos jogos em casa.

'Eu retornarei'

22 de fevereiro Segunda Guerra Mundial: O presidente Franklin Roosevelt ordena o General Douglas MacArthur fora das Filipinas enquanto as defesas americanas entram em colapso

Uma estátua nas Filipinas comemorando o retorno prometido do comandante americano Douglas MacArthur na Segunda Guerra Mundial
    Submarino japonês incendeia refinaria de petróleo em Ellwood, Califórnia. Voice of America começa a transmitir (em alemão)

Batalha de Los Angeles

24 de fevereiro Ocorre a & quotBattle of Los Angeles & quot, uma série de combates antiaéreos sobre a cidade em resposta a rumores, mas falsos ataques japoneses. Isso duraria até a manhã do dia seguinte.

Canhões antiaéreos e holofotes varrem o céu acima de Los Angeles durante o suposto ataque japonês
    O cruzador de batalha alemão Gneisenau desativado pela bomba Radio Orange pede primeiro dia de oração nas Índias Holandesas Werner Heisenberg, um dos principais cientistas do programa de armas nucleares alemão, faz uma palestra para oficiais nazistas sobre como extrair energia da fissão nuclear 1o transporte de judeus franceses para Nazi-Alemanha Batalha do Mar de Java começou: 13 navios de guerra americanos afundados e 2 japoneses JS Hey descobrem emissões de rádio do primeiro lançamento de arma da Sun em terras japonesas da Holanda em Java, último bastião aliado nas Índias Orientais Holandesas. Fim da batalha do Mar de Java, EUA sofrem uma grande derrota naval Proprietários da Major League Baseball decidem não permitir que jogadores militares joguem por seus clubes quando em estreia de J Milton Cage Jr's & quotImaginary Landscape No 3 & quot em Chicago Tropas japonesas ocupam o aeroporto de Kalidjati em Java Tito estabelece a 2ª Brigada Proletarit na Bósnia

Academia Prêmios

2 de março, 14º Oscar: & quotComo verde era meu vale & quot, Gary Cooper e Joan Fontaine vencem


Batalha de buna – gona

Foi a única artilharia instalada para apoiar os Aliados durante os combates iniciais em 19 de novembro de 1942. Leia as resenhas da maior comunidade do mundo para leitores. Nenhuma outra batalha em Papua-Nova Guiné testou os Aliados de forma tão completa e inesperada como a Batalha das Cabeças de Praia - Buna, Gona e Sanananda. As posições na área de Buna-Gona eram operadas por unidades da Marinha e do Exército japonesas. Este é um arquivo de discussões anteriores. Se você deseja iniciar uma nova discussão ou reviver uma antiga, faça-o na página de discussão atual. Em 16 de novembro de 1942, as forças australianas e americanas atacaram as principais cabeças de ponte japonesas na Nova Guiné, em Buna, Sanananda e Gona. It followed the conclusion of the Kokoda Track campaign and lasted from 16 November 1942 until 22 January 1943. Genealogy, history, military history. BATTLE OF THE BEACHHEADS -BUNA, GONA and SANANANDA Prime Minister John Curtin and General Douglas MacArthur in March 1942 In the mistaken belief that the Japanese were finished General Macarthur, Supreme Commander of South West Pacific Area, ordered an assault by Australian and American troops on the Japanese beachheads. Details of the Japanese strength, reinforcements and casualties are reported from several sources. For two awful months, from 19 November 1942 to 22 January 1943, unit after unit was flailed against obstinate and lethal Japanese defences. 12 The battle of Buna-Gona had been An Allied success but it reflected no credit on MacArthur or his staff. The Battle of Buna–Gona was part of the New Guinea campaign in the Pacific Theatre during World War II. The battle of Gona, 19 November-9 December 1942, was one of three related battles that cleared the Japanese out of their beachheads at Gona, Sanananda and Buna on the northern coast of Papua.


The Thoughts of a History geek

Overview of the Kokoda Campaign: The Japanese landed on the Northern Coast of Papua New Guinea, near Gona, on the 21st of July 1942. In the two months that followed, they managed to push the Australians and their local Papuan allies towards Port Moresby (which was the Japanese objective). The Japanese were able to come within 40 kilometres of Port Moresby but in September, the tides turned and the Australians began to push the Japanese back the way they came. Even though costly, the Australians were able to force the Japanese into abandoning their plan to capture Port Moresby.

Even though both sides were not used to jungle warfare, the Japanese were the first to find their feet. Groups of 4-6 men would crawl towards their target to try and stun them with grenades. To kill a few enemies could take a couple of hours and it was not uncommon not to see any live enemies during an engagement.

Patrolling the jungle was a vital job because the jungle could easily conceal large numbers of men and therefore, it was important to know where the enemy was and what they were doing. At one point in the campaign, both armies were patrolling an area of up to 100 kilometres and could often be deep behind enemy lines.

The Australians suffered more from illness from the Japanese. A study of 1943 stated that the Japanese were the ‘most inoculated army in the world.’ However in November, the Japanese casualties started to rise and this can be traced back to problems with Japanese supply. Both armies had to battle through dysentry and malaria.

Timeline of Events:

Sunday 7th December 1941 – The War in the Pacific Begins:The United States base in Manila and the British army in Malaya were attacked.

Tuesday 9th December 1941 – Japan invaded Malaya and Thailand:This occurs just after midnight on the 8th of December.

Wednesday 10th December 1941 – Australia Declares War on Japan:Australia declares war on Japan.

Saturday 3rd January 1942 – Allies Arrive in Port Moresby:As a part of a plan to protect Australia, a battalion is sent to Timor, Ambon and Rabaul and a brigade arrived at Port Moresby.

Friday 23rd January 1942 – The Japanese Invade Rabaul:The Japanese invade Australian-held Rabaul and the division that was holding it, including six army nurses, were captured.

Tuesday 3rd February 1942 – Port Moresby is bombed:Port Moresby has its first bombing raid as Ambon falls to the Japanese.

Saturday 14th February 1942 – Military Rule is Declared in Papua:Military rule is formaly declared and Civil Government is suspended.

Sunday 15th February 1942 – Singapore Surrenders:On this day, General Percival calls for a ceasefire and makes the desicion to surrender. More than 100,000 troops (14,972 Australians) became Prisoners of War.

Thursday 19th February 1942 – Japanese First Bomb Darwin:Darwin suffers it first adn most devistating air raid and the Australian mainland was attacked for the first time.

Monday 23rd February 1942 – Fall of Timor:The Australian positions are overrun in the west of East Timor and Duch West Timor is surrendered to the invading Japanese force.

Sunday 8th March 1942 – Japanese land on New Guinea:The Imperial Japanese Armyland at Lae and Salamaua in New Guinea. Their aim is to establish airbases to attack Port Moresby.

Thursday 12th March 1942 – Fall of Java:Java falls to the Japanese with Dutch, British, Australian and American troops taken Prisoner.

Thursday 18th April 1942 – MacArthur is Appointed Commander in Chief:General Douglas MacArthur is appointed Commander in Chief of the South west Pacific Area.

Monday 4th May 1942 – The Battle of the Coral Sea:Japanese transportships were on their way to invade Port Moresby from Rabaul. An American adn Australian fleet attacked them and forced them to abandon. The Japanese and Americans lost 1 carrier each.

Friday 8th May 1942 – Philippine Falls:Philippine falls to the Japanese forces. This now means that the three Japanese infantry regiment that captured the Philippines are now available to assist in operations against New Guinea and the Soloman Islands.

Sunday 31st May 1942 – Japanese Submarines Enter Sydney Harbour:In the late afternoon, three Japanese submarines, sitting 13 kilometres off Sydney Harbour, lauhcned midget submarines. One of these midget submarines fired a torpedo that sunk the HMAS Kuttabul.

Wednesday 3rd June 1942 – The Battle of Midway:The Battel of Midway occurs in the Central Pacific. The Japanese Navy is defeated with the loss of four aircraft carriers.

Tuesday 14th June 1942 – Japanese Decide to Attack Port Moresby Overland:Japanese command decides to attack Port Moresby overland, from north to south. They would follow the Kokoda Trail to Port Moresby.

Tuesday 7th July 1942 – Australian Kokoda Operations Begin:Warned that the Japanese may land on the north coast of PNG, Papuan and Australian troops begin operations along the Kokoda track.

Tuesday 21st July 1942 – Japanese Forces Land at Gona:The Japanese land at Gona and begin the advance across the Owen Stanley Range and over the Kokoda Track.

Wednesday 29th July 1942 – Japanese Attack Kokoda:The Japanese attack on Kokoda is successful. The Australian commander is killed and the Australians retreat to Deniki.

Tuesday 4th August 1942 – Cameron Takes Command:Lieutenant-Colonel Allan Cameron arrived to take command of the “Marouba Force”.

Friday 7th August 1942 – US Marines Land at Guadalcanal:US Marines land in the Solomon Islands to divert the japanese focus from Papua New Guinea.

Saturday 8th August 1942 – Second Kokoda:Under Cameron, The Australians counter attack Kokoda from Deniki. They are unable to hold it and retreat to Deniki again.

Thursday 13th August 1942 – Major General Allen Arrives in Port Moresby:The 7th Australian Division is to reinforce th Australians along the Kokoda trail. Its commander flies into Port Moresby.

Sunday 16th August 1942 – Lrt Col Honner arrives:Lt Col Honner arrives at Isurava and takes command of the Marouba force from Cameron.

Friday 29th August 1942 – The Only VC of the Kokoda Campaign is won:When the outnumbered Australians wee defending Isurava, Private Bruse Kingsbury was firing his Bren gun and was able to break a path through the enemy and recapture the position. He is killed by a sniper, and awarded the Victoria Cross posthumosly.

Sunday 31st August 1942 – Australian Forces Withdraw from Isurava:The Australians who were followed by the Japanese, pass though Templeton’s Crossing and fall into the mountains.

Thursday 4th September 1942 – Japanese Defeated at Milne Bay:The Japanese suffer their first land defeat by Australian troops at Milne Bay.

Sunday 7th September 1942 – Japanese Attack at Efogi:The Australians stationed at Mission Ridge and Brigade Hill are defeated and driven back by the Japanese.

Wednesday 10th September 1942 – Potts is Recalled:Because of the defeats at Isurava and Brigade Hill, Brigadier Arnold Potts is recalled by Thomas Blamey.

Tuesday 16th September 1942 – Japanese Gain Control of Ioribaiwa Ridge:After a couple of days of heavy fighting, the Australian defences are shattered and the Japanese occupy Ioribaiwa Ridge. The Australians retreat to Imita Ridge.

Tuesday 23rd September 1942 – Blamey arrives at Port Moresby:Gemeral Blamey arrives at Port Moresby to take personal command of the New Guinea Force.

Sunday 28th September 1942 – Japanese Withdrawal Begins:Fearing that the Australians may land to their rear, the Japanese reteat. When Eather attacks Ioribaiwa Ridge, he finds the Japanese have gone.

Monday 29th September 1942 – Australians Push Back Japanese:The Australians begin to push the Japanese along the Kokoda track.

Tuesday 30th September 1942 – Australians Re-enter Nauro:The Australian 2/25th battalion enters Nauro and find it unoccupied.

Monday 12th October 1942 – Japanese Defeated at Eora-Templeton’s:The Japanese attempt to hold the Owen Stanley Range’s postition but they are driven out of the mountains by the Australians

Wednesday 28th October 1942 – Australian Divisional Commander Replaced:Major General Arthur Allen is removed and George Vasey is appointed to replace him.

Monday 2nd November 1942- Kokoda is Recaptured:The Australians re-enter Kokoda on 2nd November, 1942

Tuesday 3rd November 1942 – The Australian Flag is Hoisted over Kokoda:Eather’s 25th Brigade enters the abandoned Kokoda. The Japanese rearguard had left two days earlier. Just after 11am, General Vasey hoists an Australian flag over Kokoda.

Wednesday 4th November 1942 – Japanese are defeated at Oivi-Gonari:The Japanese are defeated and are driven back to their base on the coast between Gona and Buna.

Monday 9th November 1942 – Blamey delivers ‘Rabbits’ Speech:In an address to the troops, General Blamey is accused of implying that the men ran like rabbits during the Japanese advance on Kokoda.

Thursday 12th November 1942 – Battle of Guadalcanal:The Japanese withdraw from Guadalcanal after their largest attempt to reinforce the island fails.

Monday 16th November 1942 – Battle of Buna-Gone Begins:Teh Japanese who have been pushed back to their main base in Papua, dig in around Gona, Sanananda and Buna. The Americans and Australians atatck them their

Wednesday 9th December 1942 – Gona Falls to the Australians:Gona falls to the Australians on the 9th December 1942.

Saturday 2nd January 1943 – Buna Falls:Buna falls to the Americans and Australians.

Friday 22nd January 1943 – Final Foothold is Annihilated:The final Japanese beach foothold is destroyed. The reminants of the Japanese force escape north towards Lae.

Saturday 23rd January 1943 – Papuan Campaign ends:Ofiicial end to the Papuan Campaign

Tuesday 2nd March 1943 – Battle of the Bismark Sea:The Japanese sent a convoy of ships to reinforce the reminants of their troops in New Guinea. In three days of air attacks, the RAAF and USAAF sank all of the transporters and four of the destoryers. At least 2890 Japanese were killed.